PESQUISA

Conheça nossos projetos de pesquisa

O que ensina a publicidade? Possibilidades e desafios na apropriação crítica e criativa do texto publicitário

Tem como objetivo geral estudar o potencial da literacia publicitária para promoção de cidadania comunicativa no âmbito da educação básica. A investigação fundamenta-se na perspectiva de convergência entre comunicação e educação como campo teórico-prático transdisciplinar e da relevância do uso pedagógico das mídias no ensino básico para uma cidadania comunicativa. O enfoque metodológico do estudo será qualitativo, envolverá pesquisa bibliográfica, bem como abordagem da pesquisa-intervenção. Espera-se com este estudo contribuir para diminuir a lacuna de pesquisas no campo da mídia-educação com foco na publicidade; fortalecer a reflexão acerca da perspectiva da mídia-educação como instrumento de aproximação entre cultura, educação e cidadania; evidenciar a relevância do fomento de competências em literacia publicitária para a formação de sujeitos ativos, críticos e criativos.

NOSSOS PROJETOS DE PESQUISA INDIVIDUAIS

É possível comercializar empatia? As implicações éticas da hibridização entre o social e comercial na ação publicitária da Amstel sobre o BBB21

Situação: em andamento.

Natureza: trabalho de conclusão de curso.

Responsável: Ana Carolina Fernandes.

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

Durante o reality show BBB 21, a marca de cervejas Amstel realizou uma ação publicitária com as influenciadoras Preta Gil e Pequena Lô no Twitter sobre o tema empatia com a participante Karol Conká, recém eliminada do programa na época. A marca recebeu acusações de oportunismo por estar “comercializando” empatia. Sendo assim, este estudo tem o objetivo de compreender as implicações éticas de estratégias de publicização de marcas que hibridizam o social ao comercial, praticada pela Amstel na rede social Twitter. A investigação é caracterizada como pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, em que busca-se registrar e descrever as características da ação publicitária da Amstel, por meio da observação e análise dos tweets patrocinados pela marca das influenciadoras Preta Gil e Pequena Lô.

Educomunicação e publicidade: diálogos possíveis a partir do Centro-Oeste brasileiro

Situação: em andamento.

Natureza: mestrado.

Responsável: Thiago Toledo.

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

Este projeto de pesquisa tem por objetivo identificar e analisar experiências educomunicativas desenvolvidas no Centro-Oeste brasileiro, de modo a compreender suas principais características e potencialidades. Caracterizado como estudo do tipo descritivo com abordagem qualitativa, os pressupostos teórico-metodológicos serão fundamentados nas contribuições do campo teórico-prático da educomunicação.

A juventude como objeto de estudo no campo da Comunicação

Situação: em andamento.

Natureza: iniciação científica.

Responsável: Andrielly Sene (bolsista PIBIC-FAPEMAT).

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

Este projeto de pesquisa se propõe a investigar como a juventude é abordada nas pesquisas em Comunicação do país. Entendendo juventude como uma fase da vida social vivenciada entre os 15 e os 24 anos (ABRAMO, 2008), “caracterizada por um status social com independência relativa em relação ao núcleo familiar original e por menor autonomia diante das instituições sociais para além das familiais” (GROPPO, 2017, p. 13). A relevância deste tipo de análise torna-se evidente “diante de um panorama contemporâneo que toma o jovem como modelo social de comportamento e aparência” (SCHMITZ; FANTONI; MAZER, 2017) e em que a comunicação têm desempenhado participação significativa no cotidiano juvenil (CETIC, 2019; IG, 2020). Espera-se, a partir de uma pesquisa de natureza quanti-qualitativa do tipo estado da arte, descobrir como a temática da juventude é estudada nas pesquisas produzidas nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (avaliados com conceito 5, 6 ou 7) nos anos de 2013 a 2016. Este projeto é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), na modalidade iniciação científica, e integra a pesquisa “A análise metodológica no aprendizado e consolidação da prática de pesquisa no campo da Comunicação”, coordenado pela Profa. Dra. Laura Wottrich (UFRGS).

A infância como objeto de estudo no campo da Comunicação

Situação: em andamento.

Natureza: iniciação científica.

Responsável: Mylena Leite Machado (bolsista PIBIC-FAPEMAT).

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

Este projeto, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), na modalidade iniciação científica, representa um recorte do estudo “A análise metodológica no aprendizado e consolidação da prática de pesquisa no campo da Comunicação”, desenvolvido em cooperação entre a Universidade Federal de Mato Grosso e a Universidades Federal do Rio Grande do Sul. Pretende-se analisar como a temática da infância é estudada nas pesquisas produzidas nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (avaliados com conceito 5, 6 ou 7) nos anos de 2013 a 2016, a fim de contribuir para o fortalecimento do subcampo de estudos sobre infância no Brasil.

Água, malte, lúpulo e mulheres: a fórmula da objetificação feminina apresentada nos comerciais de cerveja nos últimos anos

Situação: em andamento.

Natureza: mestrado.

Responsável: Kely Cristina.

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

A objetificação feminina ocorre nos mais diferentes contextos e envolvem diversos fatores socioculturais. Marcas de diversos segmentos apresentam estereótipos de gênero e exibem discursos contendo objetificação feminina. As marcas de cerveja são grandes símbolos deste tipo de comportamento ao longo da história da publicidade, o que não vem agradando a muitos grupos sociais e gera questionamentos. O objetivo deste trabalho é analisar os discursos de enfrentamento dos grupos sociais à representação da mulher pelos comerciais de cerveja e compreender de que modo as marcas têm reagido a esses tensionamentos.

Educação para a prática publicitária libertadora: a contribuição da extensão para a formação crítica e cidadã na graduação em Publicidade

Situação: concluído.

Natureza: trabalho de conclusão de curso.

Responsável: Thiago Toledo.

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

Este trabalho analisou como projetos de extensão de universidades públicas brasileiras que promovem atividades de literacia publicitária contribuem para uma formação mais crítica e cidadã na graduação em Publicidade. Para tanto, discutiu-se sobre o papel da extensão universitária na formação cidadã, a literacia midiática e a literacia publicitária, tendo por objeto a experiência de discentes vinculados a quatro projetos de extensão que desenvolvem ações de leitura crítica da comunicação publicitária nos estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Ceará e Mato Grosso.


A publicidade como objeto de estudo no campo da Comunicação

Situação: concluído.

Natureza: iniciação científica.

Responsável: Ivanna Felizardo (bolsista PIBIC-FAPEMAT).

CLIQUE PARA SABER MAIS.

O projeto

O projeto objetivou mapear e analisar a discussão sobre comunicação publicitária nas pesquisas no campo da Comunicação a partir do mapeamento e análise de teses e dissertações defendidas nos Programas de Pós-Graduação da área. Foi realizada uma pesquisa de natureza quanti-qualitativa, do tipo estado da arte. Verificou-se as ênfases e os possíveis silenciamentos no subcampo de estudos em publicidade. Este projeto foi financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (FAPEMAT), na modalidade iniciação científica, e faz parte da pesquisa “A análise metodológica no aprendizado e consolidação da prática de pesquisa no campo da Comunicação”, coordenado por Laura Wottrich (UFRGS), cujo objetivo é investigar a constituição metodológica no campo da comunicação e consolidar um repositório digital sobre o tema.